Depoimentos


Encaminhem fotos (de você, de seus amigos) para faleconosco@vilaformosaweb.com.br

 

 

 

 

 

Por Fabbyana R

 

  tenho saudades da vila formosa hoje com 32 anos moro no interior,tenho saudades da minha casa que morei por um bom tempo que ficava na av monte magno morei na travessa antonio manograsso fica bem perto da padaria renata estudei por um bom tempo na escola antonio candido barone tempo maravilhosos tempo que nao volta mais ali fiz amigos verdadeiro aprendi muito no meu tempo de escola,escola igual aquela nao ha e no meu tempo era tudo diferente de hoje nao tinha tanta droga eramos inocentes hoje fico horrorizada com as coisas com a juventude que esta se perdendo.Mas tenho muito orgulho de dizer morei na vila formosa estudei no barone e fiz amizades verdadeira

 

 

 

 

 

Por Marlene

 

Nasci na mooca em 1951,com 3 meses de idade minha familia se mudou para Vila Formosa. na rua Carlito depois para a rua Anturios n5, tenho muitas saudades de la me lembro da feira da rua Saigon onde minha mãe comprou um vestido de piguet branco com azul e com ele tirei uma foto no fotografo ao lado da igreja matriz, tenho a foto eu tinha 4 anos . me lembro da loja de artigos religiosos da dona Benvinda em frente a igreja onde comprei meu missal o terço e a luva da primeira comunhão. Eu sinto ate  hoje o cheiro da luva era mágico eu tinha 7 anos na minha juventude gostava de ouvir os sinos aos domingos a tarde tocando Yesterday, Dio como ti amo, Michelle. Inesquecivel hoje moro no interior paulista mas jamais me esquecerei da Vila.

 

 

 

 

Por Sonia R T

 

Doce lembranças. Vivi parte da minha vida na V.Formosa, em 1968 fiz admissão e entrei no E.E.Prof José Marques da Cruz, (qdo ainda usada o prédio do Terceirinho) e depois foi para o prédio próprio.Conheci amigos cuja saudades sempre foi marcante de 1968 a 1974: Rosangela e Carlos, Marilda, Paulo, Izildinha e Izilda, Edson ¨popof", e tantos outros. Ah.. os bailinhos, as matinês, Sr Messias e D. Socorro como inspetores, os profs. Tanaka, Carioca, Valdomiro, Mabel, e outros. Aproveito pra deixar um mega carinho a todos, e se alguem for desta época e quiser trocar e-mails, anote: srtorelli@hotmail.com

 

 

 

Por Abel A A

 

Morei em Vila Formosa nos anos de 1956 à 1960. Tenho muita saudades daquela época. Sempre me pego recordando de pessoas muito especiais que convivi nesse período. Tenho muita vontade de reencontrá-los. Morávamos na rua Pederneiras, meu pai se chamava Ramiro, minha mãe Angélica e éramos em 6 irmãos: eu - Abel, Alfredo, Alzira, Aparecida, Angélica e o menor Algatanjo. Uma família com quem tínhamos muita oonvivência era a família do seu Dedi, e suas filhas: Marinalva, Marilda, Maria José, Marizete, Marrize. A irmã de sr Dedi tinha apelido de Bil, não saía lá de nossa casa.

 

 

Por Lindamar B.

  Lendo os depoimentos, voltei a um passado de grandes recordações. Morei na Av. flor de vila formosa desde 1963, estudei no Colégio Minhoto e depois no José marques da cruz (quem não se lembra do Prof. Tanaka.rsrsrrs), das matines no carnaval da Sociedade, a feira de domingo, e tantas outras coisas...............

 

 

Por Darcio P

 

Minha querida Formosa Vila Formosa, em meio ao que muitos depoimentos aqui postaram, tenho tambem algo a dizer. Em 1962,1963,1964 estuda no D.Pedro quem não se lembra do Prof. Honório, eu tocava na banda "repique". Há mais de 50 anos a feira da Saigon que foi transferida para Av Trumaim ate hoje a mesma menina que há mais de 50 anos vendia limão esta lá na Trumaim vendendo limão até hoje. Nasci na Av Celso Garcia em 1949, e morava lá, vim com 1,5 ano de idade para Vila Formosa de onde nunca mais sai. Neste sabado dia 24/03/2012 inauguro na Av Eduardo Cotching, 1984 sala 5 precisamente encima da antiga Farmacia Formosa um EVS-Espaço Vida Saudável. Aos que se lembrarem de mim apareça das 09 as 13 hs. Tenho muitas historias para contar de nosso Bairro...breve postarei mais informações. Abraços ao meu amigo Fábio Roquete, que muito ama este Bairro.

 

 

 

Por Solange G S

 

SÃO TANTAS AS BOAS LEMBRANÇAS QUE TENHO DA VILA FORMOSA QUE TEM HORAS QUE DÁ VONTADE DE CHORAR.DO COLÉGIO PROF.PAULO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE ONDE ESTUDEI, DA BIBLIOTECA,MEU FALECIDO IRMÃO TRABALHOU NA FARMÁCIA DO DJALMA LÁ NA EDUARDO COTCHING.SAUDADE DA FEIRA BEM PERTINHO DA MINHA CASA E DO CHEIRINHO DE PASTEL,DAS MINHAS QUERIDAS AMIGAS ANITA E LUCIELZA QUE MORAVAM NA RUA ALVES DE ALMEIDA PERTINHO DA BIBLIOTECA.HOJE MORO NO INTERIOR DE SÃO PAULO E DARIA TUDO PARA PODER ANDAR UM POUQUINHO POR LÁ E RECORDAR TUDO DE BOM QUE VIVI NAQUELE TEMPO.

 

 

 

Por Jose L C

Resposta ao Paulo F Não estou lembrado de voce, nasci e fui criado na Rua Gonçalo Coelho e tambem frequentei os bailinhos da Joyce/Laercio e tambem os da Suely ou Rosely(acho) na São Marinho e do Laerte na Montemagno enfrente do portão da escola e tambem do Mané da Tostines. Eu sou o ex-terrivel Zé Luiz da Gonçalo Coelho e conheço todo mundo do pedaço estou sempre aí principalmente na casa do Bil. Abraços e vamos continuar re-lembrando essa época de OURO da Vila Formosa.

 

Por Paulo F

 

Ola! sou Paulo F nasci em 1959,e desde então moro no mesmo lugar a 53 anos na r.são marinho. Quero complementar o que foi dito pelo José Luiz{cabral},alem de tudo isso que foi dito.tinhamos os bailinhos de garagem,na casa da Joyce na esquina da gonçalo com jacaracanga,éra tudo de bom,já na minha adolecencia, não posso esquecer do piléquinho.Barzinho existente na saigon.

 

 

Por:Roberto C.


    Li o depoimento do izidrio leite, lembro dele, eu jogava no flamingo todo sabado, na sociedade V. Formosa, jogamos contra varias vezes, meu time se vc lembra tinha o joaozinho, o irmao dele goleiro que nao lembro o nome, o toninho, o agnaldo, o chiquinho, e o benevildo, tb estudei no colegio vila mafra, moro na rua guaxupe, bons tempos, pena que não tinhamos condiçoes de ter maquinas digitais como hoje, mas se um dia eu tiver oportunidade de pedir a DEUS um retorno no tempo nem que seja por um dia, gostaria de voltar nos anos 70 para matar a saudade da nossa juventude, abraços a todos, quem quiser ligar ou passar e parar para conversar, fone 11-971091090 vivo.

 

 

Por Celso

Nosso time da 7a. série em 1973  esc prof Almerinda Rodrigues de Mello
Da esquerda pra direita, machucado (joelho operado) Celso, que eu lembro os nomes: Odair, Carlos (mogeninho), Celso guri, Moacir, outros não lembro,  quanta história e muita saudade....
Abraço

 

 

Por Luciano S

 

VOLTO NOVAMENTE A RELER ESTES DEPOIMENTOS E ME ACALMAR AS LEMBRANÇAS DESTA LINDA VILA FORMOSA LENDO MAIS ABAIXO VI QUE LEMBRARAM DOS SINOS DA IGREJA AOS DOMINGOS TOCANDO MUSICAS PELO SENHOR E QUERIDO DARCI, NASCI AI SAI JÁ A ALGUNS ANOS MORO EM ESPIRITO SANTO DO PINHAL/SP, LONGE TALVEZ MAS PERTO PELA INTERNET, SAUDADES DOS AMIGOS DE INFANCIA DA ESCOLA IRENE DE LIMA PAIVA O TERCEIRINHO, SAUDADES DA SIMPLICIDADE DOS MORADORES DA RUA ARAPIRANGA, COMO O SENHOR CLAUDIO DE APELIDO FOCA, O SENHOR ETERO, ALDO, VALTER, DOS AMIGOS GILSON E WILSON, ANINHA, EDISON CAVALCANTI, DA LICINHA MINHA NAMORADINHA PRIMEIRA QUE JÁ PARTIU ANTES DO COMBINADO, MARCOS, CARLINHOS, DA PONTA ONDE TANTO DANCEI, SOCIEDADE, DA CASA DE ESFIHAS NA SAMPAIO VIDAL, DA PADARIA IDEAL COM O SENHOR DOMINGOS QUE CADA VEZ QUE IA COMPRAR PÃO FICAVA OLHANDO OS DOCES E ELE ME DAVA UM QUINDIM SORRINDO E DIZIA AH VA GAROTO MATA A VONTADE, É MELHOR PARAR POIS AS LAGRIMAS JÁ ESTÃO CHEGANDO, UM GRANDE ABRAÇO A TODOS E BEIJOS NO CORAÇÃO, LUCIANO

 

 

 

Por Marcio A


    Nasci e cresci na Vila Formosa. Estudei no Externato Nossa Senhora do Sagrado Coração desde pequeno. Grandes amizades que duram até hoje são frutos destes momentos que não se apagam jamais. Nas "andanças" pelo bairro encontramos pessoas que não víamos a muito tempo...é sempre um convite comer um pastel e tomar um caldo de cana na tradicionalíssima ORIENTE. É um enorme prazer ser um morador deste bairro. Que possamos preserva-lo cada vez mais para que nossos filhos possam desfrutar da mesma forma. Um grande abraços a todos os moradores da nossa Vila Formosa

 

 

 

 

 Por Mario P S
Olá cheguei da Bahia em 1959 e fui morar na Vila Formosa passei parte da infância e juventude fazendo baile na equipe os monkey na R.Venus,curuí saudades do meu amigo Toninho que me chamava Ze Otto saudades da minha Formosa querida.Grande abraços a todos que assim como eu ama a Formosa.

 

Por Sandro R A R

Venho através deste site mandar um grande abraço a minha vila formosa querida, onde eu nasci e vivi até os 37 anos da minha vida..., muitas saudades dos dias e noites vividos. um grande abraço do Sobrinho da Vila Formosa...

 

 

Por Giane D.


Amo a Vila Formosa Beijo a todos.

 

 

Por Luciano S

Pois é achei sem querer este site procurando lembranças da Vila Formosa, tentando ver nomes dos antigos amigos que não mais vi, das ruas em que nunca mais passei, que saudades, estudei no Externato N Sra do Sagrado Coração e fiz o ginásio no terceirinho, Irene de Lima paiva, puxa como gostaria de rever a Sueli que estudou comigo, o Zé monstro apelido carinhoso de tamanha força que tinha, e muitos entre tantos outros, como o Marcos, Edson, Betinho, o Roberto, Ana maria minha vizinha, Gilson e Gelson os irmãos, a Edneia que morava ao lado do convento minha namoradinha puxa que saudades, se alguém conhecer algum passe o e-mail luscannapieco@hotmail.com,

 

 

 

Por Lino R

Tenho 50 anos e moro na V Formosa desde os 4 anos, morava na Balzac perto do Mercado Municipal, tenho muitas saudades daquele tempo. Estudei no Orville, Anhembi e Marques, frequentei Roqueti, Tora e alguém lembra da Chambets? Onde é a Nikei  hoje eu acho .MUITAS SAUDADES. GDE BJ Á TODOS

 

 

Por Edson R F


    Nasci na vila formosa em 1958 na rua carlito 539 travessa da av renata, estudei no externato onde é a igreja. Fui coroinha,  me lembro que  ia para a aula às 7hs da manhã tinha, um uniforme com gravatinha e tudo toda manha nos rezavamos e cantava o hino nacional depois do primario estudei no paulo cavalcante,almerinda e no jomacruz aos 16 anos eu tinha uma equipe de som que faziam bailinhos nas residencias a equipe se chamava aquarios. Aos 17 quase 18 eu e meus amigos tigues e bolha tivemos a ideia de fazer um baile,com pretesto de ser baile pró formatura do colegio Marques da Cruz tudo começou no Mafra aonde foi o baile do saudoso zicartola e lá começou A Ponta depois de alguns anos nos vendemos para o Natal e o Dema dois irmaos depois de um periodo nós nos juntamos de novo eu, edson e o carlos o tigues A Ponta depois mudou para a av Dr. Eduardo Cothing do lado do mercado Morita tempo bom eu aproveitei muito a minha juventude para coisas boas eu me lembro de tudo,  lembro do bradesco que se chamava banco brasileiro de desconto que tinha na praça tinha tambem a lanchonete do lopes ,ninos aonde tudo terminava ,eu animei muito os bailes da A Ponta como dj SAUDADES DESSA EPOCA EU AMO A V. FORMOSA

 

 

Por Marco A

Quem conheceu o bar do baia, o bar do Edison que so abria a noite, o baile da ponta, o baile da sociedade, tempo bom era aquele que se podia curtir a noite numa boa, saudades da epoca anos 80 pra mim foi muito bom ..

 

 

Por Evaldo M  (VADO)

Passei parte de minha infancia e adolescencia na rua Jupira. Lembro me de muitos garotos com os quais faziamos times para jogar bola no asfalto, Rinaldo, Jose Luiz, Otavio, João (falecido) Donato, Marinho, Tomé, Flavio, Lico, bem como das meninas, e especialmente de 3 amigas que viviam tocando Era dÈstate do Sergio Endrigo.

 

 

Por Hélio C S

Bem, tudo teve inicio a muitos anos atrás. Estudei na Escola Estadual de Primeiro e Segundo Graus Professora Almerinda Rodrigues de Mello no período de 1969 a 1976. Lembro de uma ocasião em que os Dirigentes da escola encaminharam todos os alunos para tomarem injeção no convento das freiras na Rua Planalto, onde atualmento funciona o Colégio Nossa Senhora do Sagrado Coração. As pesquisas para os trabalhos escolares eram feitos na Biblioteca Paulo Setubal e Teatro Zanon Ferrite, localizada na Avenida Renata. Na minha adolescência estudei no Colégio Alvorada, onde conheci uma menina loira de olhos grandes cor de mel de nome Sandra; ela morava ao lado da biblioteca e, quando voltávamos da escola namorávamos um pouco nas escadarias da biblioteca. Ela tinha o beijo mais encantador que já provei. Frequentava o cine Guanabara localizado na época na Av. Eduardo Cotching 101 com capacidade para 850 lugares, atualmento no local funciona uma loja de móveis e eletro domésticos. Jogava bola no campo do Flor, também frequentava o baile da HELL e da Sociedade, gostava de tomar meia de seda no Pilequinho e levava a namorada para ouvir piano no Terraço. Asistia a missa na igreja Nossa Senhora do Sagrado Coração e aprendi um pouco a tocar violão na casa paroquial. Atualmente moro na cidade de Sorocaba, sinto muitas saudades da minha querida Vila Formosa.

 

 

 

Por Aguinaldo B.

 

Fui morar em Vila Formosa com apenas 03 anos de idade, vi V Formosa crescer, estudei no E E Orville derby, José Marques da Cruz, joguei bola no Círculo Cristão de V Formosa, na rua Angá 918, na Sociedade Amigos de Vila Formosa, onde atuei como atleta e fui diretor, participei de todos os times de futebol do bairro, Radio F C, Pindorama, Flor, Americano, União, Cruz Credo, Malharia FS, Círculo Operário, Soc. Amigos de V Formosa, Ponto de Encontro,etc.

Momentos felizes, brincadeiras no Matão da Paula Souza, onde hoje é o Ceret, íamos nadar na lagoa ali existente, Cine Guanabara, parque de diversão na Sampaio Vidal ou na Praça Nossa Senhora das Vitórias, época boa que não voltam mais, obrigado Vila Formosa, por tudo que proporcionou na minha infância e adolescência, os bailes, tenho saudades.

 

 

Por Luzia A. F.



Olá amigos! Que saudades dos bons tempos..... Nasci em 1962. Estudei na ESPG Professor João Paulo Cavalcanti de Albuquerque. Alguém lembra da Dona Estela? Inspetora brava.... dava medo.... Morei por muitos anos na rua Mafalda. É incrível a sensação de quando chego no bairro. Sinto que aqui é o meu lugar do mundo. Parabéns pelos depoimentos.

 

 

 

Por Francisco R.



Hoje  dia 24 dia de São João,para quem é da Trumain vai lembrar das festas que o falecido meu pai fazia na década de 70, rua com fogueira comes e bebes e fogos de artificio, pois todo mundo conhecia a casota do seu Toninho era assim que os amigos chamavam, saudades dos vizinhos, muitos ainda moram lá, onde passei minha infância jogava bola na rua Nova Trento, estudava no Grupão jogava bola no Flôr, hj estou c/ 51 anos é legal ver o progresso da Vila que tanto amo, pois sou um formosense c/ muito orgulho.

 

 

Por Sandro  S( Gaviões da Fiel )



Depoimento:    Nasci na Mooca em Abril de 75 na rua Jupira travessa da Siqueira Bueno. Me mudei para  VF. em 80 e lá estudei no Externato N. Sra. Sagrado Coração nos anos 80/81, depois fui para o Cavalcante onde fiquei de 82 à 90 . Passei pelo Orville Derby em 91 e Barone 92. Morei na Rua Joaquim Mendes do Prado nº 27 travessa da rua Teofrasto depois me mudei para rua Silvio Fróes nº 46 travessa da João Dias Teixeira. Frequentei o Casarão, A Ponta as quermesses aos domingos na igreja , Joguei no Paraguassú e no Flor. Sinto muitas saudades dessa época onde fui muito feliz. Hoje moro na Freguesia do Ó. Mais um dia eu volto.

 

 

 


Por    Eduardo S. O.



    Ola pessoal,nasci nesta vila no antigo hospital presidente,há 52 anos. Acho q o ALAN CARDEC que deu depoimento,e o mesmo q estudou comigo no jose marques.Os colegas de classe eram CARLOS HENRIQUE,ADEVANIL,JOAQUIM ROMERO,ANTONIO ROSSI,PEDRINHO,AGUINALDO. Os professores da epoca;TIYOKO,MARY de ingles,Arnaldo de matematica,Luis Antonio...

 

 

Por Solange M. O. R.

Em 1962 minha familia mudou-se para a Vila Formosa, naquela ocasião eu ja tinha dois anos e nos mudamos de novo em 1970, portanto passei minha infancia na vila.Tenho fortes recordações desse tempo,a banda tocando na Pça. Sampaio Vidal aos domingos, as missas no santuario, os desfiles de fanfarras na Eduardo Cotching. Estudei no Externato N. Sra. Sagrado Coração e sinto muitas saudades de minhas amiguinhas da escola, das brincadeiras, as musicas dos Beatles que escutavamos e cantavamos.O tempo passou muito rapido, mas há coisas que nos marcarão para sempre.Hoje moro pertinho da vila e sinto que esse realmente é o meu lugar.

 

 

 

Por Justo E.S.

 

TO FICANDO VÉIO MESMO, QUEM LEMBRA? bar Fritolanches na av. só frango à noite , bar 24 hs do Anacleto na João XXIII, baile do Real Paulista, Sociedade, Ditão, que bão. Comendador Club (red boys) na rua Arapoca. Só rock anos 60/70. Campo de futebol do Seminário, Casa do Gequedé F.C. Nasci na Agua Rasa em 1948, em 1952 tava na Vila. Sagrado Coração, Orville Derby, Alvorada, são escolas que frequentei. casei com Malú: tivemos filhos, morei 11 anos na zona sul, em 1994 voltei prá Vila e daqui pro cemitério. é nois da zona leste. abraço a todos.

 

 

Por  Helio D A

 

Fiquei super contente em saber e ler o depoimento de tantas pessoas da minha querida Vila FORMOSA, nasci nesta vila em 59, estudei no ORVILE DERBY, despois no terceirinho de vila ISABEL, meu pai, a primeira loja de discos na rua saigon n 4 perto da farmacia do Roqueti, o lado do barbeiro Robi e do bar Sta Terezinha, eu meu irmao bricavamos,sempre na calçada da farmacia, fiquei contente em ler o depoiento do Izidio que jogou bola na sociedade, jog saudava muito mesmo, fomos amigos moravamos no mesmo quintal, não só ele jogava muito como tambem o Deley, quero fazer lembrar do cinema GUANABARA, e tambem dos bailes do DITAO, na prç Nossa Senhora das Vitoria e o porao na rua Aracê, e tambem dos shows do Guilherme Giorgi.

 

 

Por Allan Cardec G R

 

Nasci neste bairro muito querido exatamente na Av. Renata 229 dia 07-12-1959, onde passei toda minha infância e juventude, fiz muitos amigos que não vejo a tempos, estudei no José Marques da Cruz, caso algum amigo da época queira entrar em contato, mande-me um e-mail. Abraços a todos do bairro.

 

 

Por Aparecido J M

 

 

É neste dia que sentimos mais a falta, lembranças dos bailes de carnaval que se realizava na Sociedade Amigos de Vila Formosa. O melhor carnaval de São Paulo. Moro hoje em Guaianazes mas passo na Praça Sampaio Vidal, e que falta faz, que saudade traz a nossa Soc, como a chamávamos.

 

 

  Por Carlos R.

 

Cheguei nessa vila mais Formosa de S.Paulo no dia 15/01/1970 com meus 16 anos, tendo desembarcado na Av. Dr. Eduardo Cotching, nr. 2120, onde morei. A feira-livre começava na Rua Saigon e terminava em frente ao meu portão. Lembro do Bar Bate Papo que ficava em frente ao Orvile, da Roquets House dos nossos amigos os gemeos Fabio e Flavio Roquete (in memorian), do Ninos nosso McDonald da época, Colégio Estadual de vila Formosa (hoje Barone), saudades dos professores mais precisamente da Professora Eli de português, Colégio José marques da Cruz, onde estudei, que era considerado colpégio padrão, sempre vindo na lembrança a imagem do Seu Messias. Quanta recordação, quanta saudade. Que tempo bom que não volta nunca mais. Abs a todos os formoseanos.

 

 

   Por Maria Luiza J V

  A historia da minha vida se mistura com esse bairro que eu amo muito, minha querida Vila Formosa.,ruas simples com muitas praças, por sinal, uma mais linda que a outra. Que saudades eu tenho do tempo que estudei no Externato, depois no Paulo Cavalcante, os bailes na Sociedade ( conheci meu marido lá )eu amava as matines aos domingos. eu não saberia viver em outro lugar. Quando eu entro na Igreja N.S.S.Coração eu vejo quanta coisa boa eu vivi neste bairro tão querido; as festa da Padroeira, a missa do meu diploma, meu casamento, batizado do meu filho, os casamentos de parentes e amigos e a bem pouco tempo o batizado do meu netinho que também já gosta muito da Vila . Ainda tenho muitas amizades daquele tempo , tempo que não volta mais, tempo da simplicidade desse bairro que eu amo tanto. Vila Formosa cresceu e progrediu muito, mas nunca vai perder esse encanto de ser a mais Formosa de todos os bairros da regão MINHA VILA QUERIDA E SEMPRE FORMOSA EU TE AMO , AQUI EU NASCI, AQUI EU QUERO MORRER.

 

 

L H da Silva

Estava lendo sobre a vila formosa e me encantei,minha historia até 1976 foi toda neste bairro amado do meu coração,nasci dia 30 de janeiro de 1961 na rua medeiros furtado morei vizinho do bonbeiro Sr.Rubens,minha madrinha e meu padrinho donos de loja de calçados na av joão vinte e tres estudei na primeira escola estadual do jardim vila formosa,fiz adimissão entrei no josé marques da cruz,morei na rua gonçalo coelho na casa da dona maria e do sr antonio pais do meu amigo cabral.que deixou seu depoimento,brinquei bastante tinhamos um raxão no campinho gonçalo versus ituri que saudades.gde abraço cabral.

 

Susana O S

: Que saudades daquela Vila Formosa onde todos brincavam na rua de mãe da rua, pega-pega, esconde-esconde na Rua Irmã CLotilde meus irmãos Silvio famoso muleta e Sidnei.Saudades da famosa pizzaria a Praça~, Ninos, Matuska onde fazia lanches maravilhosos.Amigos e amigas Lucineide Heloisa, Roberto Toche Alcides Angela e muitos que não consigo listar. Do famoso Toni a sensação das meninas que morava em cima da padaria Tres naus.Viveria tudo de novo.

 

 

 

Por Elaine

Li o depoimento do Cabral e me fez recordar tantas coisa boas na minha vida. Morei na Vila Formosa na Rua templários, na Av. Monte Magno bem na esquina com a Rua Angá hoje passa a avenida. Naquela época lembro da Gilmar irmão da Geane q eram meus visinhos. Estudei no Colégio Cândido Barone até a 7ª série. Tenho muitas lembranças boas de amigos queridos: Careca q era amigo do Irineu, Alvaro Nunes, Rafael, Luci e Luciene e Luciana, Janete q era irmã do Aguinaldo, Omar e Almir q eram primos e moravam na Rua Ituri. Cristina q tinha um irmão q o apelido era Bodão morava na esquina da escola. Detalhe meu último endereço antes de mudar da Vila Formosa foi na Rua Jacaracanga. Curti muitos bailinhos da REal e no Zicartola, Sociedade e os últimos na Aponta. Foi a melhor época da minha vida. Beijos e saudades sempre. Cabral acho q te conhecia

 

 

Por Jorge F

Olá sou o Jorge tenho 52 anos e sempre curti a socio-music, adorava quando vinha a banda dos Pholhas, Joelho de porco, Casa das máquinas e os bailes da saudade(Flash Back)... O Vila Formosa é muito marcante em minha vida desde quando cheguei em SP aos 10 anos.Sempre que posso dou uma volta na praça e tomo uma cerveja com meu filho Wellington Pechorro...meu sonho era morar neste amado bairro e hoje moro na minha própria residencia aonde Deus preparou. Galera gostaria de reunir todo o pessoal e fazer um baile a caracter dos anos 70 e 80 na Sociedade com músicas clássicas da época e roupas também.... Vamos nos organizar...

 

 

  Por Berenice B B
  Nasci na vila formosa ,morei na vila por 53 anos hoje moro no interior de são paulo Mas minha familia ainda mora tda la ,eu amo a vila formosa ,,estudei no externato ,casei ,batizei ,crismei ,primeira comunhão ,tudo na igreja ,ki eu morava quase em frente ,nossa é muita saudades ,bjus pra tds da vila mais formosa do mundo !!!!!!!!

 

 
 

Por Lindamar B

 

  Lendo os depoimentos, voltei a um passado de grandes recordações. Morei na Av. flor de vila formosa desde 1963, estudei no Colégio Minhoto e depois no José marques da cruz (quem não se lembra do Prof. Tanaka.rsrsrrs), das matines no carnaval da Sociedade, a feira de domingo, e tantas outras coisas...............

 

 

Por Darcio P

 

Minha querida Formosa Vila Formosa, em meio ao que muitos depoimentos aqui postaram, tenho tambem algo a dizer. Em 1962,1963,1964 estuda no D.Pedro quem não se lembra do Prof. Honório, eu tocava na banda "repique". Há mais de 50 anos a feira da Saigon que foi transferida para Av Trumaim ate hoje a mesma menina que há mais de 50 anos vendia limão esta lá na Trumaim vendendo limão até hoje. Nasci na Av Celso Garcia em 1949, e morava lá, vim com 1,5 ano de idade para Vila Formosa de onde nunca mais sai. Neste sabado dia 24/03/2012 inauguro na Av Eduardo Cotching, 1984 sala 5 precisamente encima da antiga Farmacia Formosa um EVS-Espaço Vida Saudável. Aos que se lembrarem de mim apareça das 09 as 13 hs. Tenho muitas historias para contar de nosso Bairro...breve postarei mais informações. Abraços ao meu amigo Fábio Roquete, que muito ama este Bairro.

 

 

 

 

Por Solange G S

  SÃO TANTAS AS BOAS LEMBRANÇAS QUE TENHO DA VILA FORMOSA QUE TEM HORAS QUE DÁ VONTADE DE CHORAR.DO COLÉGIO PROF.PAULO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE ONDE ESTUDEI, DA BIBLIOTECA,MEU FALECIDO IRMÃO TRABALHOU NA FARMÁCIA DO DJALMA LÁ NA EDUARDO COTCHING.SAUDADE DA FEIRA BEM PERTINHO DA MINHA CASA E DO CHEIRINHO DE PASTEL,DAS MINHAS QUERIDAS AMIGAS ANITA E LUCIELZA QUE MORAVAM NA RUA ALVES DE ALMEIDA PERTINHO DA BIBLIOTECA.HOJE MORO NO INTERIOR DE SÃO PAULO E DARIA TUDO PARA PODER ANDAR UM POUQUINHO POR LÁ E RECORDAR TUDO DE BOM QUE VIVI NAQUELE TEMPO.

 

 

Por Jose L C

Resposta ao Paulo F Não estou lembrado de voce, nasci e fui criado na Rua Gonçalo Coelho e tambem frequentei os bailinhos da Joyce/Laercio e tambem os da Suely ou Rosely(acho) na São Marinho e do Laerte na Montemagno enfrente do portão da escola e tambem do Mané da Tostines. Eu sou o ex-terrivel Zé Luiz da Gonçalo Coelho e conheço todo mundo do pedaço estou sempre aí principalmente na casa do Bil. Abraços e vamos continuar re-lembrando essa época de OURO da Vila Formosa.

 

 

Por Paulo F

Ola! sou Paulo F nasci em 1959,e desde então moro no mesmo lugar a 53 anos na r.são marinho. Quero complementar o que foi dito pelo José Luiz{cabral},alem de tudo isso que foi dito.tinhamos os bailinhos de garagem,na casa da Joyce na esquina da gonçalo com jacaracanga,éra tudo de bom,já na minha adolecencia, não posso esquecer do piléquinho.Barzinho existente na saigon

 

Por  JLSCL

Ônibus que fazia ponto final no Lago S. Jose do Belem

 

 

 

Praça Sampaio Vidal

 

 

Por Sonia B e Sonia P

Vila maravilhosa, sociedade de bailes inesquecíveis, carnavais inemagináveis. Anos dourados 70 e 80, Turma da tuba. Quantas saudades, quantas recordações.

 

 

 

Por José L C

Falar o que da Formosa!

Nasci e fui criado na Formosa desde 1.961, estudei o meu 1º ano naquela escola de madeira que foi construida no campo do União que depois apelidaram de "Praça dos loucos", não preciso dizer o por que, e hoje é a Praça Santo Arsenio, uma das praças que estão transformando em Anália Franco.
Quando o Matão era Matão ficava na Vila Formosa, hoje Anália Franco fica no Tatuapé. Até o Carreffour dá o endereço de loja do Tatuapé. Não é rincha como tinhamos antigamente hoje tenho 50 anos, já passou, más foi a maior injustiça que fizeram com a Formosa e não me conformo até hoje e não concordo em transformar
boa parte de nossa vila em Anália Franco.
Estudei o restande do 1º e 2º gráus no Angá hoje Antonio Candido Barone e o colegial no Alvorada. Sem esquecer dos meus cinco anos na creche da Praça Leão X
onde fica o saudoso campo do Paraguassu ( grandes festivais ), hoje cercado com muros de todos os lados não podemos mais parar e dar aquela espiadinha como antigamente. Quem não parava para ver o Palistinha jogar "só louco não parava" principalmente se o Noroeste estava lá. Nos anos de 1979 e 1980 mais ou menos
fui goleiro do Cruz Credo de Vila Formosa ( não tinham outro para colocar ehehehehe ).
Mas o que mais sinto saudades é dos bailes que tinham na Formosa para começar as matinês da Sociedade, o Titão que era mais antigo, os bailes do Guilherme Giorge, depois como disse o colega Edsom a  Ponta que começou em cima da padaria no Mafra só que ele esqueceu que antes era o Zicartola, e a minha inesquecivel e amada Real que ficava na Rua Senador do Vale "aquela do porão" a qual fui último frequentador quando fechou por causa da nova Ponta que fizeram no prédio do Gerson ( casa de material de construção ) e depois foi para onde hoje é Conect. Os bailes do Roquetti segundo depoimento de alguém os Roquetti ( Pai e Mãe ) deixavam os filhos fazerem os bailes não por dinheiro e sim para te-los por perto por que naquela época a coisa mais facil era entrar em encrencas e brigas gostosas no BRAÇO a lei do mais forte e da turma mais forte. E a revolução meteórica da Chambet's a verdadeira Discoteque ( que quebrou logo de tanta frescura ) na Vila que ficava em cima da antiga casas Pernambucanas que hoje é uma academia dekaratê ou sei lá do lado da SOS Computadores haaaaa já ia me esquecedo que tambem foi meu primeiro baile a saudosa Mc Donald's alguem lebra disso?
Tem muita coisa pra falar da Formosa vou resumir um pouco alguem lembra de:

Nino's, Turma da Morcego, Flipper na Sampaio Vidal, a pizza da Padaria a 01:00 da manhã, o Carinhoso, Grupo Sérgio, Refazendo, Tora Tora, Terraço, Bar do Bahia, a lanchonetedo Édson embaixo do Edificio Ana Maria, o Point da Sampaio Vidal na saida dos bailes da Socy Music, Love Story.

Não tenho fotos daquela época mas se voces forem na Lanchonete da dona Claudete na rua Angá enfrente a rua Carlito, lá tem algumas muito antigas vale a pena voces
da webformosa irem lá.
Vou parar por aqui sou muito saudosista vou acabar chorando.
Espero ter colaborado com algo meu nome é José Luiz sou mais conhecido pelo meu sobrenome Cabral, beijos a todos e muita e muita saudades.

 

 


Por  Inês Teixeira

Ai....como amo a VILA FORMOSA!Lugar onde nasci,mas precisamente numa casa em frente ao MERCADO MUNICIPAL,isso mesmo,numa casa,pq na época de 57 era a DONA PIEDADE,uma parteira vizinha que fazia os partos,e na época onde hoje é o mercado municipal,era a Prefeitura...não me vejo morando em outro lugar que não seja em São Paulo e é claro na VILA FORMOSA...Lugar que me tras muita saudades da minha infância....dos meus avós...do meu pai,dos vizinhos,e tbm de algumas amigas,que esses infelizmente já se foram.Vila Formosa querida....quanto progresso,hoje digo aos meus filhos e neto,o que esse bairro foi,é e sempre será MARAVILHOSO....VILA FORMOSA ETERNAMENTE NO MEU CORAÇÃO...

 

 

Por EDISON B    

MUDOU MUITO MAS CONTINUA SENDO LINDA NASCI NA RUA ANANBES EM CIMA DO ANTIGO COREEIO AS RUAS ERAM DE TERRA ARAPOCA DO HOSPITAL ERA ASFALTADA MEUS AVOS MORAVAM ONDE HJ É O MERCADO EXTRA JOGAVA BOLA NO CAMPO DO RADIO QUANDO ERA NA GHILHERME GIORGI IA MUITO NOS BAILES DA SOCIEDADE O DJ DA EPOCA ERA O JESUS JOGUEI SALÃO PARA SOCI, TINHA VARIOS TIMES BONS DE FUTSAL PAQUERINHA,EVOLUÇÃO,ESTRELA,STLYOS E OUTROS IA TOMAR PONCHE NA STA ISABEL IR NO CINE SANTI INES IR NA TORRE DA IGREJA COMER PIZZA NO MARIO NA ARAPOCA NO TROPP NA STA.ISABEL. COMER ESFIHA NA KOLINA COMER LANCHE MATUSKA NINOS D.ANGELS IR DE VEZ EM QUANDO NO 1 RODIZIO DA V.FORMOSA GRUPO RELA DEPOIS VIROU CHAFARIZ COMPRAR PRESENTE NO PREÇO CENTER ANTES DE PEGAR FOGO. JOGAR FLIPERAMA NA URCA NO LORD FLIPERBOLL E NA STAR DO LADO DA SOCIEDADE ENCHER O SACO DO GATO DO SEU JAIME E SEU DOMINGOS DA PADARIA IDEAL BRINCAR NO 1 ELEVADOR DO BAIRRO DO BRADESCO ATÉ O GUARDA COLOCAR NÓS PRA FORA IR NA URCA DEPOIS VIROU TERRAÇO IR NA PONTA NAMORAR NO CERET QUANDO PODIA SE NAMORAR JOGAR BILHAR NO BAIR DO BAHIA ABASTECER O CARRO NO POSTO ONDE HJ É A PADARIA BULLEVAR IR ONDE COMEÇOU A PONTA EM CIMA DA PADARIA DA GUAXUPE E TEMPOS BONS ESTUDEU NO SAGRADO CORAÇÃO DEPOIS FUI PARA IRENE MAIS CONHECIDO COMO TERCERINHO DEPOIS JOSE MARQUES COLEGIO REFERENCIA NO BAIRRO FEIRA DE CIENCIAS E AS FANFARRAS FESTIVAL DE MUSICA E SÃO TANTAS COISA PARA LEMBRAR QUE PODE DAR UM LIVRO SAUDADE DE AMIGOS QUE NÃO VEJO FAZ TEMPOS E OS QUE JÁ SE FORAM SOU FILHO DO EDSON MAIS CONHECIDO COMO DUDU QUE JÁ SE FOI E DE D.ANTONIA NA FORMOSA ME COHECEM COMO DUDUZINHO BIAGIO OU NENE E EU AMO ESSE BAIRRO SAUDE A TODOS E FELIZ 2012

 

 

Por Helio A S

Fui morador da Vila, joguei bola, no redondo, no campo do flor, estudei no externato Nsa. Sra. Sagrado Coração e no Minhoto hj moro no inteiror, mas guardo a vila no meu coração, um fase de minha vida que não esquecerei.

 

Por João Paulo B.

Nasci na cidade de São Pedro-SP e mudei para Vila Formosa na cidade de São Paulo no ano de 1969. Cresci na R. Nossa Senhora das Dores, estudei na Escola Estadual MINHOTO e fiz o técnico no Colégio Anhembi. Tenho muitas saudades da Vila. Meus amigos, parentes, professores, os bailes da Sociedade (Socy Music),a danceteria A PONTA... as missas do Seminário na AV. João XXIII. Orlando, Domenico, Afonso, Odair, Djair, Mauro, Gilmar e eu fazíamos uma turma super unida e que se divertia muito. Passávamos a maior parte do tempo jogando bola no campo do Flor de Vl. Formosa, no campinho ou na rua...Minha primeira namorada (fiquei sabendo que já faleceu), a Marli morava no "Redondo", irmã do Fernandinho (o cara jogava muito). Foi também na Igreja da Vl. Formosa que casei e depois batizei minha filha Giselly. Foi aqui que meus pais me educaram e vivi anos maravilhosos ao lado deles (hoje estão morando no céu) Enfim, tenho muitas histórias para contar dessa Vila maravilhosa, porém, para resumir meu sentimento, digo: Vila Formosa, obrigado, do fundo do meu coração, por tudo que me proporcionou!

 

 

 

Por Rinaldo G.

Nasci e vivi até os 30 anos na Vila Formosa, na Av. montemagno com a av. Renata,eu, meu pai e eu e parte dos meus 05 irmãos nascemos em casa, minha familia foi uma das primeiras a morar lá, até hoje moram minha mãe e minhas tias, a 16 anos vivo na zona sul próx. ao autodromo de Interlagos,gosto daqui mas meu sonho é voltar a viver na VILA, pois é aí que estão minhas raízes, minha infância pobre mais feliz, dos campinhos da rua ao campo FLOR de Vila Formosa e Americano,ao colégio Cavalcanti onde tive muitos amigos e que nunca mais os encontrei, mas um dia vamos nos encontrar... Abraços a todos.

 

 

Por Ronaldo

Nasci em 1968 nesta maravilhosa vila, sendo meus pais seu José, falecido em novembro de 2010, e minha mãe dona Selma, meus irmãos Rubens, Rosangela e Selminha, estudaram no EE “ORVILLE DERBY”. Morei durante 4 anos apenas, na av. Filhos do Sagrado Coração, e mudamos para São Caetano do Sul, mas frequentei constantemente até 1983. Retornei em 2009 e vi que a casa que morei continua do mesmo jeito, sendo um comércio hoje. Tinha grandes amigos e amigas (desculpe se não lembrei algum nome, são muitos), Adilson, Marcelinho, Luizinha, Kazue. Meus pais tinham diversos, Dona Piedade, Luiza, Laura, Irene, Ildefonso, Izilda, Nelson, de meus irmãos, Valfrido, Mauro, Toninha, Rose, Regina. Fui muito a quadra de futsal que ficava próximo a praça. Sinto um grande orgulho de ter morado ai. Espero que seus moradores continuem sendo amigaveis, honestos, sinceros como no passado. Que DEUS ABENÇÕE A TODOS.

 

 

Por Maria Rita

AH!QUE SAUDADES!!! Hoje tenho 49 anos, mas a minha adolescência, curti muito a sociedade, assim que chamavamos, o baile, a gente não via a hora de chegar o final de semana pra dançar, dançar literalmente, aquela turma legal, qiue se juntava dançando todos juntos, década de 80. Quando ocorria alguma briga, logos os seguranças vinham e tudo era resolvido, se necessário colocavam o cara pra fora e pronto, tinha gente que nem ficava sabendo de tão rápido que era. Nunca me esqueço dessa Vila tão maravilhosa, a loja de roupas para gente gordinha bem na praça existe até hoje, sempre eu e minhas irmãs compravamos camisa pro meu saudoso pai. Ainda bem que essas lembranças ninguem tira da gente. Ainda moro próximo do farol da rua Planeta, então estou sempre na vila Formosa. Tmb me lembro do hospital zona leste, miha mãe levava a gente lá, tmb sinto muita pena por estar naquele estado.E a biblioteca PAULO SETUBAL quanta lembrança, trabalhos de escola, outro dia estive lá com minha filha BRUNA, voltei no tempo, aquele silêncio, a gente andava devagarzinho pra n~fazer um barulhinho, pois estavam todos pesquisando estudando, ah! que saudades!!Enfim ficaria horas, declarando tudo de bom que existiu e que existe na VILA FORMOSA. Um abraço a todos, que conhecem tudo o de bom do bairro da NOSSA VILA FORMOSA! SERIA MUITO LEGAL, COLOCAR FOTOS DE COMO ERA A NOSSA QUERIDA VILA FORMOSA.

 

 

Por Marcia de L.

Nasci no bairro em 1960, no Hospital Presidente, pelas mãos do Dr. Iazzetti e sempre morei aqui. Meu avô, Sebastião Borges, foi um dos primeiros moradores de Vila Formosa e, maravilhado, viu o progresso da Vila acontecer, como sempre acreditara. Estudei no Externato Nossa Senhora do Sagrado Coração e no Colégio Prof. José Marques da Cruz, local do qual guardo boas e (e)ternas lembranças. A construção da Igreja de N. Sra. do Sagrado Coração foi um marco decisisivo para o crescimento e notoriedade do bairro. Minha mãe, Gecelda, fez sua 1ª Comunhão na primeira turma da Paróquia a fazê-lo. Brinquei e andei muito de bicicleta em suas ruas. Ri, chorei, caí, levantei, cresci, cresço, vivo e sobrevivo nesse solo sagrado. Meus filhos também estudaram e estudam aqui, fizeram seus amigos e amam esse lugar tanto como eu e meus antepassados. É isso. Um abraço a todos!

 

Por Antonio A.

Nasci na Mooca, mas com 6 anos mudei para essa vila maravilhosa, morei na Rua Ibaiti, estudei no Externato Nossa Senhora do Sagrado Coração,no Jose Marques da Cruz, e no colegio Anhembi,fui escoteiro no Grupo S. Jose,tenho muintas saudades de tudo isso, lendo o depoimento de Valdemar Vello, lembrei que comprava balas na fabrica do pai dele o Sr Benedicto, fomos escoteiros juntos,saudades dos vizinhos que eram mais que familia, dos meus amigos de peladas no campo do Radio, de soltar pipas, jogar pião e tantas brincadeiras saudaveis que tinhamos,saudades dos meus amigos; Jorge, Benjamin, Edson, Sagi que já esta junto a DEUS, Valdemar,Silvio,e tantos outros, hoje moro em São João da Boa Vista interior de SP, muintas SAUDADES.

 

Por Leoncio R N

Cheguei na vila formosa com 8 anos tinha indios na hoje praça antigo ponto final da v cometa em frente o bar 28 lopes a sociedade era na rua araçe tinhamos o sao paulo varzeano tinhamos dois cinemas um era o GUANABRA outro nao me lembro o nome mas era na praça SAMPAIO VIDAL hoje uma loja presenciei a inalguraçao da quadra descoberta que FUT SAL lindo SOCIEDADE tinha aquela equip RENZO ZINHO FRAN ESQUERDINHA FOI O INICIO DE UMA CAMINHADA VITORIOZA hoje moro no litoral mas guardo no coração meus amigos posso dizer minha SOCIEDADE minha VILA FORMOSA ASS LEONCIO RIBEIRO NETO (pirulito)

   
   

Por Marcos A S S

OLá Srªs e Srs q hr lêem este depoimento saudosista, meu nome é Marcos e se deixarmos, escrevemos sobre nossa juventude nos idos anos 70 e 80 até no outro dia de manhã de tantas lembranças boas e outras nem tanto. Lendo os vários depoimentos descobrí q mta gente ainda ama a Formosa, msm depois de ter se mudado desta. Estudei no Cavalcante da Rua Fábio, era goleiro do colégio, depois joguei no Corinthians e Juventus por quase tres anos mas meu pai não tinha dindin e fui colocado pra escanteio literalmente na pretensão do profissionalismo no futebol. Tocava na fanfarra Azul e Branca, atabaque, bumbo, corneta, tuba etc... q tanto orgulho nos trazia na época para o bairro e foi por causa dela q uma determinada data, já no exército no cambuci, fui corneteiro de ordem pra maluf e figueiredo na tiradentes num 25 de janeiro aniversário de sampa. E a Socy Music o q dizer dela? Rezávamos a semana inteira pra gente poder dançar na maior tranquili dade junto aos brôws pois qq briga era resolvida da mão e não na bala como os dias de hj. E o que dizer dos bailes e dos carrinhos de rolimã no Guilherme Giorgi? que delícia de tardes de domingo, isto sem dizer da gasolina em um barzinho que existia numa rua antes do mercado. Sempre que posso levo mulher e filhos pra visitas neste locais tão sagrados pra mim. Mas sempre ouço dos filhos, ki lugar legal Pai, o mais novo, e a mais velha, ki lugar xato Pai, aqui num vira pai vamo vaza, dar linha na pipa, certo mano dá pra entender este linguajar? Na nossa época era totalmente diferente assim como quase tudo. Abraços á todos q tiveram paciência de ler este depoimento. Marcos Antonio (Marquinho Bochecha era assim q me chamavam)morador atualmente do Vale do Sol, SJCampos SP; mas ainda laboriando em São Paulo, SP; 011 27997000. Obrigado, boa sorte e fiquem tds na PAZ.

 

Por Edson T A

Que legal amigos encontrar este site de vila formosa lindo mesmo . nasci em vila formosa no ano de 1964 no antigo hospital zona leste que pena um abandono briguem por um tombamento deste antigo hospital amigos pondo nele fotos antigas histórias antigas tanto do nosso lindo e simples hospital hj abandonado, mas tambem amigos ponham neste site por favor tudo qto tiverem de antigo de todos os bairros de vila formosa . Hoje sou casado tenho um filho e moro em são paulo não por opção mas na época pelo valor dos imóveis pois eu precisava de uma casa prória hj consegui amém. fótos antiga da escola Almerinda Rodrigues de Mello, nossa que época mto boa mas hj !!! desde ja sou grato a vcs pois amo vila formosa... àh!!! um ano sepultei minha linda mãe ai em vila formosa e tenho familiares na vila mathias, real e cruzeiro. por favor contem nossa linda história uma história linda lembro-me do ponto final de onibus da vila yara famoso e conhecido como ponto do pilar. Valeu conto com o que vcs faram para valorizar e fazer mas conhecida nossa linda e antiga vila formosa... grato pela atenção de vcs. e sucesso.

 

Por Marcia A
Sou moradora desta Linda Vila, que não é a toa chana-se Vila Formosa desde que nasci e sou muito orgulhosa disto e não troco esse bairro por nada.Sua cordialidade, facilidades, e beleza se encontra em poquissimos lugares.Tenho a contar uma ótima novidade, que deverá deixar todos os moradores do bairro orgulhosos, este ano a nossa Miss São Paulo Capital 2011 é moradora do bairro e estará no próximo sábado concorrendo ao Título de Miss Estado de São Paulo e o público que participa da escolha através de votação, peço a todos que entrem em nosso grupo de fãs e votem muito para que ela conquiste esse título para a nossa Capital.Para conhecer mais sobre a Miss visite www.mimiss.com.brAgradeço o apoio de todos e muito sucesso para nossa Miss e nosso Formoso Bairro.




Por: Angela C
Lendo os depoimentos que me fizeram voltar aos meus anos de infância e adolescencia resolvi contar um pouco da minha vida na Vila Formosa. Nasci no bairro da Lapa e logo me mudei para a Vila Formosa em 1955. Estudei no Colégio Nossa Senhora do Sagrado Coração e depois no José Marques da Cruz. As Ruas não eram asfaltadas e minha mãe precisava levar um sapato limpo para trocar e entrar com ele no Colégio das Irmãs. Havia uma única linha de ônibus da Empresa Auxiliar ligando a Vila ao Bairro do Belém. Meu pai trabalhava na Santista Tecelagem e meu tio Djalma, da Drogaria Djalma, trabalhava na farmária do Sr Sergio Hirano, este muito procurado pelos moradores que não tinham muitos recursos para tratamento da saúde. Lembrei dos meus colegas do JOMACRUZ que tocavam na Banda do Colégio, dos bailinhos na casa dos Roquetes e dos eventos promovidos pela Sociedade do Bairro. Há três anos mudei-me para o Tatuapé, mas meu coração e minhas melhores recordações continuam na Vila mais que Formosa que assim como os moradores cresceu, desenvolveu e adquiriu sua identidade própria. Saudações!Angela.

 

   

Por : Silvio S C
Conheci Vila Formosa em 1954, quando aquí visitei uns amigos que vieram de Sertãozinho minha cidade natal. Depois, em 1970 passei a viver aqui definitivamente, onde casei e tive meus filhos. Me formei em direito e aqui advogo até hoje. Junto com Francisco Roquetti e José Apparecido de Oliveira fundamos a Gazeta de Vila Formosa há 32 anos e ainda muito ativa . Viva !!!!

 


Por:Rosangela L
Boa Tarde aos amigos do bairro.

 



Por:Rede municipal auto escolas e despachantes.
Parabens aos colaboradores e a toda equipe da vlweb, por abrir um portal de tal importancia a vila, cordialmente desejamos sucesso a todos nos !

 



Por:Ana Rita S. B.
Amo a Vila Formosa.



Por:Valdemar Vello
Nasci na Formosa, na rua Tanganica número 7, em 19 set. 1948. Era uma casa simples com telhado de "duas águas". E água é uma das melhores lembranças de minha infância na vila. Tomei muito banho de enxurrada na Tanganica. Logo abaixo nessa rua havia uma das fontes de água mais impressionantes que conheci. A água brotava do chão, em abundância, e corria pela viela abaixo rumo ao Capão do Embira. O futebol no campo do União embaixo de imensa chuva, e todos cobertos de barro. O banho no posso das antas, no Matão, onde hoje é o balneário do Parque Anália Franco. O banho no Aricanduva limpíssimo na época. Tudo graças ao mesmo amor por água e chuva sempre bem-vinda e curtida tanto pela minha mãe Dona Adélia, cabeleireira, e meu pai Benedicto Vello que me colocava sentado em seu joelho para assistir a chuva como um grande espetáculo da natureza. água é pureza. E a Formosa sempre foi pura e bela!Valdemar Vello, outono de 2011, depois das chuvas de março..

.


Por: Jane L. R.
Sou vendedora e ando por todos os bairros desta cidade maravilhosa, mas ainda não encontrei um bairro como Vila Formosa as pessoas o comércio o estilo de vida não tem a mesma harmonia que encontro quando estou na "Vila".é concordo totalmente com meu amigo Sidnei D. Dorigueto também morador do bairro quando ele diz:Vila Formosa, a mais formosa das vilas.



Por:Izidio Vargas Leite
Nasci na Vila Formosa em 1957. Estudei no Externato Coração,onde comecei a jogar futebol de salão, que tinha como técnico sr.Zizzi, um dos pioneiros do fut de salão na Vila Formosa. Estudei o antigo ginasio, no Ginasio Estadual de V. Mafra, depois no José marques da Cruz. Tenho maior orgulho de falar que sou morador de VILA FORMOSA, onde tenho a minha familia e muitos amigos e muitas histórias, principalmente no fut de salão, onde conseguimos elevar o nome da VILA por todo estado de São Paulo com muitos títulos na federação paulista de fut de salão, jogando pela Sociedade Amigos de Vila Formosa, principais titulos: Paulista Metropolitano, Estadual, Independencia, Galo dePrata,Troféus dos Invictos,Vice da Copa Inconfidencia, todos os titulos disputados em 1983.é com muito prazer que eu falo sou Vilaformozense com muito orgulho com muito amor. Izidio Vargas Leite.

 

 

Por : Claudiney Arruda

Nasci no bairro do Belenzinho em 1954 e em 1960 me mudei para Vila Formosa, morava na Rua Anapu rua esta que fica logo atrás da Igreja Nossa Senhora do Sagrado Coração de Jesus, me lembro que aos Domingos o Sr.Darci tocava varias musicas no carrilhão de sinos da Igreja e que pouca gente sabe que em numeros de sinos só perde em São Paulo para Igreja Catedral da Praça da Sé;lembro tambem quando a Praça Sampaio Vidal era simplemente vazia e ali costumava se instalar circos e parques de diversões;quantos bailes não peguei na Sociedade Amigos de Vila Formosa e tambem na Equive Love Story e Equipe Mack Donalds;trabalhava desde pequeno na Imobiliaria Maringá que existe até hoje;lembro tambem da Banda Municipal que fazia apresentações na Praça Sampaio Vidal;quando era finados as familias se reunião para ir ao cemitério que é o maior da America Latina,lembro tambem com saudades da Familia Piccin que tinha uma adega no bairro e um grande estoque de bebidas;lembro tambem que tinhamos varias familias de Italianos nossos vizinhos na Rua Anapu que trabalhavam com malharia e o que me chamava a atenção na epoca era os verdadeiros paes italianos que faziam na propria casa em um forno enorme a lenha;que bom tempo estudei no 1@colegio Estadual de Vila Formosa e tambem no Colegio José Marques da Cruz que tinha uma das melhores fanfarras do Estado de São Paulo;saudades daquele tempo onde não tinhamos violencia e cada vizinho era como um membro da familia;se um fazia um bolo sempre mandava um pedaço para seu vizinho de parede;com esta historia ganhamos varios paes italianos e tambem demos muitos bolos de fubas;lembro tambem da Familia Roquetti que tinha uma Drogaria no Bairro e inclusive alguns dos filhos do Roquetti foram meus amigos de escola e um deles foi meu professôr;me formei em Engenharia e hoje moro e trabalho com vendas de imóveis em Cabreuva-Sp proximo de Jundiai um lugar magni fico 100% Area de Proteção Ambiental 

 

 

Por: Vania Aparecida

Falar sobre esta vila é muito emocionante.Vou contar um pouquinho a minha historia nesta vila formosa,nasci e vivi até os meus 25 anos,hoje estou com 40 anos sinto muito em ter saido,pois fomos obrigados a casa era dos meus avos e foi feito a venda para partilha.Hoje vejo a Av:Abel Ferreira e me recordo muito bem o corrego que ali passava pois tinha por muitas vezes que atravessar a ponte para ir em casa de amigos.Vi alguns depoimentos aqui com sobrenomes famosos na nossa vila,como Iazzeti me lembra hospital Zona Leste e Roqueti,tenho ainda muitas lembraças mas espero que algum dia ainda voltar a esta vila,tenho tambem muito amigos ainda nela morando eu morava na Rua: Chamatu.Muitos beijos e um forte abraço nos moradores que nesta vila mora ou algum dia assim como eu morei..........

 

 

Por:Alan Batista

Adoro a formosa, moro aqui desdo meu casamento em 1980 casei na igreja nossa senhora do sagrado coração tenho quatro filhos aqui é um otimo bairro para morar.

 

Por: José Valter dos Santos

Cheguei em v. f. em 1970. é o bairro mais querido da zona leste, é popularmente conhecido como o país tropical e não tem pra ninguém.o tempo passou e aquí estou e aquí pretendo ficar. viva o ano novo.

Por: Márcia Ruffato

Nasci na Formosa em 1959, estudei no Externato e Marques, vivi ai toda a infancia, adolescencia e unicio da juventude.No inicio dos anos 80 fui obrigada a sair da minha casa pois foi desapropriada, ai minha mae saiu da Formosa e fomos para a Liberdade, hoje moro em Sao Jose dos Campos, mas nunca a Formosa saiu do meu coração.Tenho ainda grandes amigos morando ai, muito boas lembranças e saudades. Obrigado pela oportunidade. Marcia Ruffato

Por:  Laerte Calado Muniz

Adorei o site, muito bom. Para quem adora essa Vila Maravilhosa. Eu moro aqui há 7 anos e aprendi a amar esse lugar.

Por:  Neuza Maria B. Buran

Vivo nessa nossa Vila Formosa há muitos anos...aqui estudei.. aqui fiz minha vida religiosa...aqui me casei...e aqui moro ainda hoje...lembrar dessa vila é estar nela de coração aberto todos os dias...quero parabenizá-los pelo site...só assim posso mostrar com clareza pra pessoas no mundo todo onde moro...e é com muito orgulho que o faço... /abraços a vocês e a minha Vila /formosa querida.... bjos.Neuza.

 

 

Por:  Gilmara Madoenha

Queria dar os parabéns a quem fez o site vejo que aqui estão pessoas de muitos anos falando sobre a nossa vila que é formosa mesmo só fico triste porque já tenho filhos e não tem diversão pra eles digo com tristeza porque nasci aqui meus avos foram pessoas que se doaram pra vila crescer mas agora estão achando que isso é uma mega cidade se esqueceram que é uma vila lojas caras..... não tem diversão... claro que estão tentando mudar mas se não tentar mudar a nova geração que esta vindo por ai onde vamos chegar uma pena o hospital zona leste não funcionar mais porque de saúde aqui estamos precários não adianta falar e fingir que nossa vila esta linda porque as vezes não é bem assim passar pano como sempre mas fico feliz de ver pessoas que tiveram momentos bons que tem lembranças boas mas podemos fazer um time e mudar pra melhor porque pessoas boas como vocês não faltam. bjsss a todos

 

 

Por:  Welington Siviero

Viver na Vila Formosa é ter o prazer pessoal de disfrutar de tudo que reluz a alegria de existir. Parabéns pela criaçao da página e sucesso. 

 

 

Por:  GEORGE CHARALAMBIDES

BOM DIA E FELIZ ANO NOVO. Daqui da GRéCIA.

 

Antes de 37 anos eu era vizinho dos srs. nesta VILA que passei os meus melhores anos.

Hoje entrei neste site e vi fotos novas de como modificou a nossa Vila, sinto muita saudades e sempre peço para DEUS que me de uma oportunidade antes de chegar o meu fim, poder ir ai para ver de perto tudo isso e a minha Rua EDE que era travessa da Av. RENATA .

ATé OUTRA VEZ SAúDE E FELICDADES , PARA OS SRS.E SRAS. TCHAU!

 

 

 

 

Por:  Diana

 

Holas tudo bem , Sou uma peruana residente faz 10 anos no Brasil e adoro ler , sou moradora da Vila Formosa e ainda lembro que o primeiro jornal que li em português foi o da Vila Formosa, além de não entender a língua naquela época o jornal ajudou-me a conciliar e confirmar meu anseio e desejo de poder entender a língua , assim que tive o propósito de aprender lendo muito e me informando , aprendi com a minha filha Mariana e a cada vez que o jornal sai publicado me interesso mais e mais por tudo que vocês oferecem, Parabéns achei muito legal este site que sempre ofereceu muita variedade na leitura e diversidade . Agora ficou mais completo com o website , arrasou, estão de Parabéns.

 

 

 

Por:   Tomaz Mazziero

 

ótimo!!!, um canal de busca e divulgação não é legal? Sou morador na Vila Formosa desde 1952 tenho 56 anos adoro nossa vila. ELA é LINDA ninguém pode negar. Feliz Natal à todos.

 

 

Por:  Vereador Celso Jatene

 

Desejo sucesso no lançamento do guia de negócios digital da vila formosa.

A região está recebendo novos investimentos imobiliários e acredito que o seu empreendimento vem na hora certa. Sem dúvida irá colaborar muito para o desenvolvimento dos negócios da região, promovendo sustentabilidade econômica e identidade para o distrito.

 

Minha admiração pela vila formosa vem da disposição de sua comunidade trabalhadora em organizar-se socialmente em instituições, associações, clubes e conselhos comunitários, religiosos, assistenciais e de negócios, para buscar em conjunto, atendimentos dos serviços públicos para a melhoria da qualidade de vida de todos.

 

O meu mandato parlamentar está a disposição da mais formosa das vilas da cidade e agradeço muito a ela por ter me dado o título de vereador mais votado da região. Conte com meu gabinete sempre.

 

 

 

Por: Estêvão Zizzi

 

Parabéns pelo Site. A Vila Formosa é um ícone na Zona Leste. Fui morador da velha guarda.

Hoje o retrato é outro. Quem diria! Hoje a Vila é uma cidade além de suas fronteiras.

Merecidamente merece ser globalizada.

 

 

Por:  Fábio Roquetti

 

Lendo alguns depoimentos comecei a relembrar meus momentos de Vila Formosa e aqui vão alguns: nasci aqui e sempre morei aqui, dizem que quem bebe desta água nunca deixa de beber, e acho que eu bebi e nunca vou deixar de beber, quem não se lembra dos sinos da nossa igreja tocando músicas maravilhosas nos domingos à tarde quando o som ecoava por muitos quilometros de distância, e se me recordo quem tocava era um senhor chamado Darci, e a foto que vi é da hoje praça Skal e a antiga era de um desfile de sete de setembro, tradicional com revoada de pombos que eram criados na Rua Balzac e saíam em revoada e depois voltavam para sua casa. A foto mostra um carro alegórico com a figura de Tiradentes e me lembro que nestes desfiles havia uma premiação para a escola que melhor se apresentasse, e não me esqueço deste dia pois minha mãe comenta que minha escola perdeu porque justamente este carro atrasou o desfile e eu colocava a culpa no ¨arrancadentes ¨. Voltando aos desfiles, quem não lembra também dos concursos de Bandas e Fanfarras entre o Colégio D. Pedro, Alvorada, Sagrado Coração, Anhembí e o José Marques da Cruz que muitos títulos paulista e brasileiro trouxe para a Vila Formosa. Falar da Sociedade é falar da Vila Formosa, os bailes de sábado à noite eram os melhores da região, e a quadra de esportes onde dei os primeiros chutes também não posso esquecer e como disse meu amigo Zizzi, agradeço muito ao Pai dele que como técnico da Sociedade foi também o meu primeiro treinador e nunca me esqueço de um jogo que saiu uma falta na risca da área e ele pediu tempo e me disse: fica perto da bola e assim que o juiz apitar você põe o pé embaixo da bola, encobre a barreira que o goleiro não vai pegar, conclusão: gol, e bonito, valeu Zizzi, valeu Vila Formosa.

 

Por:  Luiz Ferrari  ( Zito )

 

Gostaria de contar aqui uma história que há muito está esquecida..a criação do 46º Subdistrito de Vila Formosa!! Criado pela lei estadual 8050 de 3/12/63 ,por iniciativa do saudoso Deputado Orlando Iazzetti , essa vitória foi intensamente comemorada em uma linda festa que reuniu os seus moradores em uma manifestação de amor jamais vista . Foram distribuídas 60 dúzias de morteiros aos populares em suas casas...precisamente as 18 horas , os sinos do santuário Sagrado Coração se dobraram ,ao mesmo tempo que as pessoas ,felizes , soltavam os fogos iluminando o crepúsculo e homenagenado a nossa Vila sempre Formosa por mais de 30 minutos. A seguir se realizou um show para comemorar a instalação do 46º cartório de registro de pessoas naturais. Agora , Vila Formosa , todos os seus filhos poderiam ser registrados em suas terras . Ontem , hoje e sempre me orgulho de viver e participar deste bairro ímpar, que me acolheu, que me permitiu trabalhar , construir uma família com minha amada esposa Edna e viver momentos de intensa felicidade. A tristeza somente me abate quando vejo um total descaso com a divulgação dos verdadeiros limites do bairro , que cada vez se vê dimínuido em função de especulação imobiliária que insiste em tomar as suas terras em função de um pretenso Jd Anália Franco, que nem oficialmente existe. Senhoras autoridades municipais , líderes de comunidade..PRECISAMOS FAZER O PORTAL DE NOSSA VILA , para demonstrar a cidade os verdadeiros limites desta vila, cujo nome reflete todos os seus encantos.

 

                
                                                                  

Por:   Ildefonso Magalhães

 

VILA DOS SONHOS

  

Vila de sonho e beleza

Deixo minha mente vagar

Nas tuas praças tão lindas

O sonho que eu quero sonhar

 

Andando por uma delas

Vejo alegria no ar

Crianças na grama brincando

Como é bom a gente sonhar!

 

Quanto mais clareia meu sonho

Eu vejo mais gente chegando

Trazendo na mão uma flor

Querendo sonhar este sonho

 

Venha você também sonhar

Nestes versos e prosa

O sonho de um bairro bonito

Como a Vila Formosa.

 

 

Por:   Ronny Iazzetti

 


Casou-se em 1955 e mudou-se para a Vila Formosa onde seu marido DR. Orlando Iazzetti montou seu consultório odontológico juntamente com seu irmão DR. Nicolau Iazzetti, médico. Na época o bairro precisava das menores situações de conforto. A única faixa de asfalto existente era a  Av. Dr. Eduardo Cotching, não havia nenhuma outra rua calçada, com guia ou sarjeta, não havia sequer esgotos, apenas fossas. Procurava-se telefone apenas na farmácia do SR.Oliveira Mendro.

 

Os transportes mais usados, principalmente do Belém para cá, eram feitos com caminhões comuns lotados de operários.

A única coisa grandiosa que existia no bairro era a igreja Nossa Senhora do Sagrado Coração com seus campanários holandeses.

 

O movimento político de seu marido, Dr. Orlando Iazzetti, ajudou muito a formar um espírito de união junto aos moradores.

 

Já contávamos com a Sociedade Amigos da Vila Formosa, que muito nos ajudou; tínhamos o Círculo Operário fundado por idealistas trabalhadores e mais tarde vieram o Lions e o Rotary, trazendo um grupo diferenciado de amigos.

 

E, hoje em dia, caminhamos com muito progresso, acompanhados pelo Jardim Anália Franco, que foi uma surpresa para todos nós.

 

Sonhando que aquelas andorinhas, se aglomerando a outras, consigam chegar à águia poderosa e nos tragam o progresso pleno  que tanto almejamos e merecemos!

 

 

Por:   Luigi Marino

 

Saí de Nápole em 05 de dezembro de 1953, embarcando no Navio “Conde Grande”, com destino a São Paulo, precisamente no bairro de Pinheiros, sendo que logo depois mudei-me para a Moóca.

Finalmente, em 1955, vim para a Vila Formosa, onde construí minha casa na Rua Mafalda e pude exercer minha profissão de Barbeiro, da qual orgulhosamente vivo até hoje, profissão esta que aprendi na Itália.

Aqui constituí família, casando-me com Antonia Maria Peduto Marino, também vinda da Itália, sendo que desta união nasceram meus 02 filhos, Mario Marino Achille e Ana Maria Marino.

Quando decidi vir para a Vila Formosa, meus amigos de bairro (Moóca) me aconselharam a não vir, pois não existiam perspectivas de progresso na região, que era constituída apenas de matagais. Mas para quem já havia atravessado um Oceano, não me pareceu uma aventura tão assustadora assim.

Hoje vejo que minha decisão foi bastante acertada, porque é aqui que tenho meu negócio e amigos, os quais não troco por nada.

Lembro-me da pequena e primeira delegacia da região que ficava na Rua Ouricuri, onde atualmente encontram-se os Correios.

Adoro onde vivo e jamais pensei em sair deste bairro tão formoso e lindo porque acredito ainda mais em seu progresso.

 

 

 

Por:   José A.R. Zizzi

 

Falar sobre a Vila Formosa sempre nos dá muito prazer, principalmente, quando temos a oportunidade de relembrar bons momentos vividos. Sou morador da Vila desde 1956, ano em que nasci. Passei minha infância brincando entre Praças e calmas Ruas de nossa Vila, tempo em que ser feliz era o que importava, e isso ficava mais fácil ainda tendo em vista a integração dos antigos moradores, onde vizinhos eram considerados praticamente parentes. Lembro com saudades dos Bailes realizados na Sociedade, onde meus Pais freqüentavam quase todos os sábados. Não posso deixar de comentar sobre as manhãs de Domingo, onde meu pai, Antonio Zizzi, comandava a garotada no futebol de salão da Sociedade Amigos de Vila Formosa.

Nestes 51 anos vivenciei várias Vilas Formosas e de cada uma delas guardo boas recordações.