12/02/2017

Fotografia fantasmagórica: confira supostas fotos em que espíritos aparecem


 

 

 

 

 

William Hope foi um dos primeiros fotógrafos no mundo a se especializar em tirar retratos com aparições de espíritos. O ex-joalheiro foi um dos pioneiros do ramo no início do século 20 e ainda conseguiu ser reconhecido por sua maestria em captar os seres de ectoplasma em câmeras convencionais.

 

O que o senhor Hope fazia era fotografar pessoas encarnadas (vivinhas da Silva) e, na imagem resultante, mostrava os modelos ao lado de espíritos, fantasmas e qualquer outra denominação para as aparições. Várias das entidades que apareciam nas fotos eram identificadas como sendo parentes falecidos das pessoas retratadas, o que acabou dando ao fotógrafo uma larga fama em um curto período de tempo.

 

Com isso, um grupo formado por seis pessoas se propôs a “produzir” mais fotografias nas quais houvesse imagens de pessoas que não estivessem fisicamente presentes no momento do retrato. Os fotógrafos espirituais ficaram conhecidos como “Crewe Circle”, e William Hope, logicamente, era tido como o líder da reunião. O trabalho dos integrantes do círculo deu tanto resultado que os primeiros negativos das obras produzidas foram todos destruídos, para evitar que alguma dessas pessoas (ou pior, todas elas) fosse acusada de algum tipo de “bruxaria” pelas autoridades clericais.

 

Vale mencionar que o trabalho de William Hope sempre foi extremamente questionado por muitos investigadores, que nunca conseguiram chegar a um veredito. Assim, as famosas fotos em que humanos de carne e osso se misturavam com entidades espirituais acabavam se tornando objeto de descrença de muitos, ao mesmo tempo que eram adoradas por outros.

 

 

Fotógrafo espiritual ou charlatão?

 

Sendo falsas, ou não, o que importa é que as histórias fomentadas pelos retratos acabaram tomando proporções muito significativas e geram excelentes discussões. Vale a pena conferir as imagens acima e abaixo para depois deixar sua opinião nos comentários. Será que William Hope tinha mesmo o peculiar dom de tirar fotografias de seres espirituais?

 

 

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

Nesta imagem, podemos ver duas faces que não deveriam ter aparecido. Ao centro da família de quatro pessoas, é possível ver uma misteriosa neblina da qual surgem os dois seres intrusos. Que medo!

 

 

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

Esta foto, além da misteriosa aparição, traz mais uma característica intrigante. No verso da fotografia há duas perguntas escritas, com letras similares àquelas de mensagens psicografadas. Ao que parece, tais questões seriam atribuídas ao espírito da moça retratada na imagem. O que será que ela queria saber?

 

 

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

A imagem acima retrata uma espécie de padre da época, com a aparição de uma figura masculina em um plano superior. De acordo com o relato feito pelo site Environmental Graffiti, a ideia inicial era fazer com que a filha do religioso, que havia nascido morta, aparecesse na imagem. No entanto, foi o suposto pai do homem que deu as caras.

 

 

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

Esta imagem é realmente muito assustadora. Nela, podemos identificar um grupo em meio a uma reunião de cunho espiritual, em 1920. As anotações no álbum de fotos da época afirmam que a mesa estaria levitando no momento da foto.

 

 

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

Talvez a mais fantasmagórica de todas as fotos aqui listadas, esta imagem mostra um casal ao lado de um corpo sendo velado. Como não poderia ser mais propício, uma face de alguém que não estava fisicamente presente aparece no centro da fotografia... Seria o próprio falecido que ainda estava por ali?

 

 

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

Nesta imagem, a Senhora Bentley, uma das presidentes da União Espiritualista Britânica, é retratada com a aparição de sua irmã mais nova na parte inferior da imagem.

Fonte da imagem: Reprodução/Flickr

 

 

Nesta imagem, a entidade espiritual era daquelas que gostava mesmo de aparecer. A criatura feminina, que veste um véu branco, pulou na frente de todos os membros da família de três pessoas, tornando-se o centro das atenções.

 

Será que as entidades espirituais sabem que a foto está sendo tirada e por essa razão sempre olham para a câmera? Questionamentos à parte, se alguém aí é fã de games, vale a pena dar uma relembrada nos jogos da famosa franquia Fatal Frame.

 

Para quem não a conhece, trata-se de título no qual a protagonista entra em uma mansão forrada de fantasmas e de espíritos maldosos, com apenas uma máquina fotográfica para usar em sua defesa. Cada vez que uma das entidades lhe ameaça, é preciso prendê-la dentro de uma foto. Você teria coragem de encarar uma aventura fantasmagórica dessas?

 

 

 

Veja Mais Notícias sobre Cultura & Entretenimento 
 
Aproveite e "Curta" o site da nossa Querida Vila Formosa
 

 

 

 

 

Fonte: http://www.megacurioso.com.br